inovar-acao-consultoria.png
Como o mindset digital evolui as pequenas e médias empresas

MINDSET DIGITAL, SUA EMPRESA EVOLUINDO

 

 

Em 1809 Darwin escreveu: “Não é a espécie mais forte que sobrevive, nem a mais inteligente, mas a que melhor se adapta às mudanças”. Esta frase nos leva a discussão do tema Evolução da Humanidade.

 

E justamente a primeira evolução à que somos expostos é a transformação do Mindset (reprogramação mental), onde, diante de situações críticas têm-se duas opções de reação:

 

1.  Adaptar-se e evoluir, sobreviver para disputar a próxima batalha, ou...

 

2.  Permanecer estático, cético e ser absorvido pelo universo, caindo no esquecimento.

 

Muitos podem definir esta escolha como simples, analiticamente até é, mas a história é outra no momento de tomar essa decisão no dia a dia de uma Pequena e Média Empresa.

 

Então fica a pergunta: A velocidade das mudanças está cada vez maior ou nós estamos cada vez mais distraídos  com a quantidade de informações a que estamos expostos?

 

Para responder esta questão, vou usar uma outra frase famosa, que é específica: “Palavras inspiram, mas  exemplos arrastam multidões”.

 

É exatamente isso que falta, na verdade é isso que precisa substituir o velho jeito de fazer as coisas.

 

A seguir, alguns pontos de vista para aplicar com exemplos à sua equipe e levá-los a um outro nível:

1. O foco da empresa deve estar no Cliente

Dentro de um E-commerce ou de uma Loja Física a equipe de vendas é levada a buscar o atingimento das metas, muitas vezes sem levar em consideração a jornada de compra e a experiência do cliente. Isso explica porque está cada vez mais difícil vender para o mesmo cliente pela segunda vez. O consumidor omnichannel (que cruza informações para decidir a compra) decide baseado mais na experiência de atendimento do que no preço, aliás o preço fica em quarto lugar na escala de influenciadores, a chave está no atendimento, compreender a necessidade e suprir a expectativa do cliente.

 

Recursos que podem contribuir para esta jornada positiva:

 

  • Canais de comunicação como chats, e-mail e atendimento através das redes sociais oferecem ao consumidor informações relevantes para decisão de compra.

 

  • Comunicação relacional, mantenha seu cliente informado sobre o passo a passo no processo de entrega do pedido. E o mais importante, realize o pós venda ou pós serviço imediatamente após a entrega.

 

  • Armazenamento dos dados como preferências de consumo e feedback de clientes  ajudam a formar o perfil do consumidor e aumentam as chances de fazer a oferta certa para quem deseja comprar.

 

2. Facilite a comunicação

 

A utilização de chat bots e automação de processos em comunicação é inevitável, porém não deve ser a única disponível. As pessoas têm capacidades e compreensão diferentes entre si, seja no E-commerce ou no atendimento ao cliente da loja física, é interessante oferecer atendimento “humanizado” em algum ponto do processo.

 

Para análise: O índice de abandono do carrinho de compras no E-commerce é de 83% na média nacional, então fica a pergunta: O que dá mais resultado, manter canais abertos para comunicação com o cliente e favorecer a conversão da venda ou o esforço e retrabalho para conversão de carrinhos abandonados?

 

3. Incentive a Inovação Disruptiva

 

Mas afinal, o que é isso?

 

Quando se fala em inovação de processos, estamos falando em agregar valor a um processo já existente. Nesse contexto, a melhoria de processo e a gestão da mudança, podem ser, em alguns casos, consideradas inovadoras.

 

Mas quando falamos em inovação disruptiva, estamos falando em abandonar o processo anterior, mais que isso, torná-lo obsoleto. E não apenas o processo, mas todo o modelo de negócios que o usava, afetando toda uma indústria, como o clássico exemplo de inovação disruptiva que ocorreu com o surgimento do iPhone.

 

Em resumo: A inovação disruptiva não agrega valor, ela cria um novo valor!

 

Exemplo de inovação disruptiva: KODAK

 

As inovações disruptivas têm a estranha mania de destruir indústrias. O triste é quando o próprio criador da inovação disruptiva, destrói a si mesmo…

 

Foi a Kodak quem criou as câmeras digitais, responsáveis pelo colapso da empresa que não soube se aproveitar da inovação e continuou firme, produzindo filmes em acetato para um mercado cada vez menor.

4. Ofereça a visão de quem renova seu Mindset constantemente

 

Equipes precisam de líderes com visão, não é possível haver evolução sem que alguém os oriente, incentive-os a evoluir e a liderar outras equipes com base em uma visão empreendedora.

 

Inclua em sua agenda de treinamentos o tema Mindset Digital e compartilhe para transformar.

 

Pequenas e Médias Empresas tem mais facilidade para inserir a cultura da transformação digital em seus processos, são ecossistemas menores e mais ágeis quando o assunto é adaptação.

 

Metas definidas e Planejamento estabelecido levam seu negócio a conquista do objetivo.

 

A transformação digital é parte das empresas, da sua empresa, quer você queira ou não esta mudança já aconteceu, portanto você tem duas opções

 

1.  Adaptar-se e evoluir, sobreviver para disputar a próxima batalha, ou...

 

2.  Permanecer estático, cético e ser absorvido pelo universo, caindo no esquecimento.